Snow

Notícias

27 de Março, 2020

Município de Arganil disponibiliza linha de apoio psicossocial: COVID-19 “Estamos Consigo!”

Para atender munícipes em situação de isolamento social, que careçam de ajuda para lidar com a evolução da pandemia do Covid-19, o Município de Arganil disponibiliza a Linha de Apoio Psicossocial “Estamos consigo!”, acessível através dos números de telefone: 235 200 143 ou 924 438 762.

A pandemia de COVID-19 está a abalar a sociedade e a obrigar à alteração de hábitos e comportamentos outrora inofensivos. É assim natural que neste período de incerteza possa sentir-se triste, confuso, ansioso, aborrecido, frustrado e com sentimentos de solidão. Tendo ainda em conta que cada pessoa reage de forma diferente a esta situação dramática, pretende-se com a linha de apoio responder e apoiar individualmente as pessoas de acordo com as situações e/ou necessidades ao nível psicossocial.

Para o apoiar e ajudar a ultrapassar esta fase, o Município de Arganil através do seu Gabinete de Acção Social (GAS) disponibiliza esta linha de atendimento telefónico de apoio, para as seguintes situações:
- Esclarecimento de dúvidas relacionadas com o COVID-19
- Dicas e sugestões para o período de isolamento
- Apoio na comunicação com familiares
- Ajuda psicológica e/ou psicossocial

“Estamos consigo!”, e aqui para esclarecer dúvidas e acalmar anseios, reforçando a importância do confinamento em casa, comportamento crucial na contenção da propagação do vírus. Juntos vamos ultrapassar este desafio!


26 de Março, 2020

Arganil avançará com a desinfeção de espaços públicos quando as autoridades de saúde o determinarem

A desinfeção de espaços públicos está entre as medidas de combate à propagação da Covid-19 e defesa da saúde pública previstas pela Câmara Municipal de Arganil, mas apenas quando as indicações das autoridades de saúde forem nesse sentido. A posição da Direção-Geral da Saúde, de acordo com informação divulgada nesta quarta-feira, é a de que “não existe evidência, neste momento, para a recomendação da utilização dos produtos biocidas para a desinfeção de espaços públicos exteriores, nomeadamente ruas”.

Em estreita articulação e permanente contacto com a Direção Regional da Saúde e a Proteção Civil, Luís Paulo Costa, presidente da autarquia, assegura que as ações de desinfeção serão prontamente acionadas quando se justificar, defendendo a importância de considerar informações devidamente validadas pelas entidades competentes.

“Os serviços municipais estão preparados para avançar com esta solução onde e quando for necessário, mas, atendendo à situação atual vivida no concelho, as autoridades de saúde consideram ser ainda prematuro”, esclareceu Luís Paulo Costa, acrescentando que “uma ação de desinfeção não previne o que surge amanhã ou no dia seguinte”.

Nesta fase, é importante que as pessoas não fiquem com uma falsa sensação de segurança e continuem a ter os cuidados redobrados de higiene como forma de prevenção do contágio: lavagem e desinfeção frequente das mãos, evitar contactos sociais desnecessários, manter pelo menos um metro de distância em relação a outras pessoas quando e sempre que tiver de sair de casa.

As medidas adotadas pelo Município de Arganil para evitar a propagação do vírus estão em linha com as orientações da autoridade regional de saúde, a Direção-Geral da Saúde e com o Plano de Contingência da autarquia, em vigor desde o dia 6 de março.

Recorde-se que Arganil regista um caso de convid-19 até ao momento. Trata-se de uma profissional de saúde que reside no concelho mas que trabalha no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Em isolamento desde que os primeiros sintomas se manifestaram, a munícipe está a ser acompanhada pelas autoridades de saúde e a sua situação clínica é favorável.


24 de Março, 2020

Um caso de Covid-19 confirmado no concelho de Arganil

O presidente da Câmara Municipal de Arganil, Luís Paulo Costa, aprovou, no dia 6 de março, o Plano de Contingência COVID-19, dirigido à estrutura interna da autarquia.

Elaborado com base nas recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS) e nos termos do Despacho N.º 2836-A/2020 – Diário da República N.º 43/2020, o documento surge no seguimento e como complemento às sessões de esclarecimento e sensibilização promovidas pelo Município junto dos seus colaboradores.

O Plano de Contingência da Câmara Municipal de Arganil tem, assim, como objetivo fazer face à propagação da infeção humana pelo Coronavírus, agente casual do COVID-19, e proteger a saúde dos colaboradores da autarquia, dos utentes dos serviços municipais e de toda a comunidade.

As medidas apresentadas no documento destinam-se a antecipar e a gerir o impacto do atual surto de doença, tendo o objetivo estratégico de garantir a continuidade do funcionamento dos vários serviços municipais.

Encarando a situação de saúde pública preocupante, o presidente da Câmara Municipal de Arganil defende que não deve ser considerada alarmante, apelando aos munícipes para adotarem as medidas de prevenção e auto-proteção recomendadas pela DGS: medidas de higiene e etiqueta respiratória, lavar as mãos frequentemente e evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória.

Consulte o Plano de Contingência – COVID-19.


23 de Março, 2020

COVID-19: Suspensão da migração da rede TDT

O processo de migração da rede de TDT anteriormente comunicado está neste momento suspenso devido aos constrangimentos associados à COVID-19. A suspensão do processo decorre da prévia articulação entre a ANACOM e a MEO, operador da rede de TDT e mereceu a necessária concordância do Governo.

Na sequência desta decisão, os emissores que iriam ser alterados a partir de dia 16 de março de 2020 já não mudam de frequência na data prevista. O processo será retomado assim que as condições associadas à pandemia o permitam.

Esta decisão justifica-se por um conjunto de dificuldades referidas pela MEO, devido ao impacto das medidas de proteção civil e de saúde pública adotadas ou a adotar, em face das recomendações da Direção Geral de Saúde para o COVID-19.

Considerando os vários riscos e a elevada incerteza sobre a concretização do processo de migração nos termos planeados e, para segurança de todos, foi imediatamente suspenso. Em tempo útil e assim que seja permitido, será comunicado a sua operacionalização.


23 de Março, 2020

Turismo de Portugal lança da Linha de Apoio à Tesouraria para Microempresas do Turismo: COVID-19

O Turismo de Portugal, I.P. lançou um conjunto de medidas para minimizar o impacto da redução da procura na atividade turística devido ao novo coronavírus, através da Linha de Apoio à Tesouraria para Microempresas do Turismo – COVID-19, com uma dotação de 60 milhões de euros. Esta linha atua em complementaridade com outras medidas de apoio às empresas recentemente aprovadas pelo Governo e dirige-se a empresas ou empresários em nome individual, com menos de 10 postos de trabalho e cujo volume de negócios anual ou balanço total anual não exceda os dois milhões de euros.

O apoio financeiro corresponde ao valor de €750 mensais por cada posto de trabalho existente na empresa a 29 de fevereiro de 2020, multiplicado pelo período de três meses, até ao montante máximo de €20.000. O financiamento assume natureza reembolsável sem juros remuneratórios associados e é reembolsado no prazo de três anos com um período de carência de 12 meses. As prestações de igual montante têm uma periodicidade trimestral.

Esta linha de apoio vai estar em vigor até ser alcançada a dotação orçamental, sendo que as candidaturas são submetidas através de formulário disponível no SGPI | Formalização de candidaturas, acessível aqui.

As microempresas abrangidas e às quais estes apoios se destinam, devem ter certificação eletrónica no portal do IAPMEI, I.P., com exercício em território nacional e desenvolverem atividades turísticas incluídas nos seguintes códigos CAE:
– 551 – Estabelecimentos hoteleiros; 55201 – Alojamento mobilado para turistas;
– 55202 – Turismo no espaço rural; 55204 – Outros locais de alojamento de curta duração;
– 5300 – Parques de campismo e de caravanismo;
– 561 – Restaurantes; 563 – Estabelecimentos de bebidas;
– 771 – Aluguer de veículos automóveis;
– 79 – Agências de viagem, operadores turísticos, outros serviços de reservas;
– 82300 – Organização de feiras, congressos e outros eventos similares
– 93192 – Outras atividades desportivas, n. e. (1)
– 93210 – Atividades de parques de diversão e temáticos (1)
– 93292 – Atividades dos portos de recreio (marinas) (1)
– 93293 – Organização de atividades de animação (1)
– 93294 – Outras atividades de diversão e recreativas, n. e. (1)

(1) Atividades enquadráveis, desde que desenvolvidas por empresas de animação turística.

Para mais informação por favor consulte o documento de orientação do Turismo de Portugal, aqui.