Snow

Notícias

07 de Abril, 2020

Município entrega material de proteção individual a IPSS, Misericórdias, GNR e bombeiros

A Câmara Municipal de Arganil está a entregar equipamento de proteção individual às instituições particulares de solidariedade social (IPSS), Santas Casas da Misericórdia, GNR e corporações de bombeiros do concelho, prosseguindo com o dedicado e atento trabalho de combate à propagação da Covid-19 e de mitigação dos efeitos da pandemia.

Esta ação surge como forma de colmatar as carências existentes nas estruturas do concelho e proteger as pessoas que estão na linha da frente na luta contra o novo coronavírus. Nesta fase, foram adquiridos pela autarquia e distribuídos pelas entidades identificadas como prioritárias álcool-gel, luvas, máscaras e viseiras; estas últimas cedidas pelo projeto arganilense Cultura Mat3rial.

Considerando a crescente procura e a consequente dificuldade de aquisição deste material de proteção, a autarquia contou com a colaboração da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC), que concentrou os pedidos realizados pelos vários municípios e fez chegar as primeiras encomendadas à região Centro na semana passada.

Beneficiaram deste equipamento de proteção individual a Assistência Folquense, a APPACDM de Arganil, a Associação Humanitária e Social da Casa do Povo de Barril do Alva, a Estrutura Residencial Divino Salvador, em Pombeiro da Beira, os Centro de Dia de Pomares e de S. Martinho da Cortiça, a Casa do Povo de Cerdeira e Moura da Serra, os Centros Sociais das freguesias de Cepos, Benfeita, Côja e Sarzedo, o Centro sócio-cultural de Anceriz, a Santa Casa da Misericórdia de Arganil, a Santa Casa da Misericórdia de Vila Cova do Alva, a GNR e as Associações Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Côja e de Arganil (Argus).

No combate ao surto epidémico, o Município de Arganil vai continuar a trabalhar em estreita articulação com as diversas entidades do concelho, que se assumem como parceiras determinantes no apoio social aos grupos de risco e famílias em situação de vulnerabilidade.


07 de Abril, 2020

COVID-19: Centro de Recolha Animal atento à situação de pandemia

O Centro Municipal de Recolha Animal, de acordo com a atual situação de pandemia devido à COVID-19, está disponível para acolher animais de companhia que, por motivos de internamento ou incapacidade dos seus donos para deles cuidar, possam ficar em situação de risco de abandono ou falta de cuidados.

O Centro de Recolha Animal de Arganil informa ainda que cães e gatos provenientes de países de alto risco, que tenham por exemplo viajado fruto de repatriação com os seus donos, sem identificação eletrónica e vacina antirrábica válida, têm de cumprir um período de quarentena em Centro de Recolha Oficial, com a duração de 30 dias.

Para ajudar quem tem animais domésticos surge ainda a iniciativa #ANIMALAR que consiste num website de sensibilização para a temática dos animais de companhia e do novo coronavírus, acessível em: https://www.animalar.pt/

Esta plataforma, nascida no âmbito do movimento Tech4Covid-19, contém informações que vão desde listagem de serviços de pet sitting, hotéis, associações que possam cuidar dos animais de profissionais de saúde ou pessoas internadas que não tenham condições para os tratar neste momento e tem como principal objetivo informar corretamente as pessoas e evitar o abandono animal.

Para mais informações contacte o Centro de Recolha Animal: 235 200 132.


06 de Abril, 2020

COVID-19: Medidas de segurança no Cemitério Municipal

De acordo com a emergência de saúde pública a nível internacional, resultante da pandemia de COVID-19 e, no seguimento das orientações da Organização Mundial de Saúde, Direção Geral de Saúde e demais autoridades, a situação excecional que se vive e a proliferação de casos de contágio exige a adoção de medidas essenciais e adequadas, tanto de reforço do Plano de Contingência Municipal como e sobretudo, da salvaguarda da saúde pública.

Desta forma foi determinado em despacho municipal, de acordo com o Decreto-Lei 2-B/2020 de 2 de abril, que a realização de funerais no Cemitério Municipal de Arganil está condicionada à adoção de medidas que garantam a segurança dos participantes. Assim, o número máximo de presenças nas cerimónias é de 10 pessoas (no qual não se inclui funcionários da autarquia ou das agências funerárias), cujos participantes devem ser preferencialmente os familiares mais próximos, os quais devem por sua vez cumprir o distanciamento social de pelo menos 2 metros entre si e igualmente cumprir a etiqueta respiratória e a higiene das mãos. O caixão permanece fechado durante todo o funeral não sendo possível em qualquer altura o contacto dos familiares com o corpo. Não é recomendável que pessoas pertencentes a grupos de risco e por isso mais vulneráveis, quer sejam maiores de 70 anos, ou tenham anteriores problemas de saúde, participar nos funerais.

Para segurança de todos, o Município de Arganil solicita a melhor compreensão para tal situação que se prevê temporária e, que vai ao encontro do bem-estar de toda a população, ao minimizar riscos e possíveis cadeias de contágio da COVID-19 no concelho.

Despacho – Cemitério Municipal – Pandemia causada por SARS-COV-2 (COVID-19)


06 de Abril, 2020

Prazo legal para a execução dos trabalhos de limpeza foi prorrogado

O Conselho de Ministros realizado a 2 de abril aprovou uma série de medidas relacionadas com o Estado de Emergência que vivemos, entre as quais, uma relacionada com os necessários trabalhos de “limpeza”: a gestão dos combustíveis florestais em redor de casas e outras edificações ou aldeias, com vista à proteção de pessoas e bens face a incêndios rurais.

O prazo legal para a execução dos trabalhos expirou no passado dia 15 de março, tendo sido agora prorrogado até ao dia 30 de abril.

Relembramos que para a execução dos trabalhos devem ser tomadas as mesmas medidas de proteção e de distanciamento social recomendadas para o quotidiano.


03 de Abril, 2020

Município de Arganil e ERSUC iniciaram higienização e desinfeção de contentores e ecopontos

Dadas as circunstâncias atuais e de forma a travar a propagação do novo coronavírus, o Município de Arganil e a ERSUC iniciaram os trabalhos de higienização de todos contentores de resíduos urbanos e ecopontos do concelho. Para tal e, também em colaboração com as Juntas e Uniões de Freguesias, foram criadas equipas de higienização e desinfeção que gradualmente vão efetuar este trabalho.

O Município de Arganil e a ERSUC iniciam assim uma operação por ora essencial e na qual o cidadão tem um papel importante, principalmente no que respeita ao conveniente acondicionamento dos resíduos, não deixando qualquer tipo de resíduo no exterior dos contentores e ecopontos. Enquanto isso, a recolha de resíduos recicláveis e de resíduos indiferenciados continua a ser assegurada pelas equipas de recolha de resíduos.

Uma vez mais reforçamos que a melhor forma de agradecer a estes profissionais é cumprindo as regras e normas de segurança que lhe estão associadas, nomeadamente, acondicionar devidamente os resíduos, recorrendo sempre a sacos estanques antes de os colocar nos contentores.